Pesquisa PCSVDF Mulher

O primeiro relatório da Pesquisa de Condições Socioeconômicas e Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher (PCSVDFMulher), coordenada pelo Prof. José Raimundo Carvalho, do Programa de Pós-Graduação em Economia (CAEN) da Universidade Federal do Ceará, em parceria com o Instituto Maria da Penha, foi lançado dia 8 de dezembro, às 19h30min, no Hotel Mareiro, em Fortaleza.

Maria da Penha Maia Fernandes, fundadora do Instituto que leva seu nome, tem grandes expectativas com relação aos resultados do levantamento, por entender que vai mostrar e consolidar a tese de "como é grandiosa a violência contra a mulher". Ela diz ainda que a lei que tem seu nome e completou 10 anos em 2016, segundo pesquisa recente, é conhecida por 98% das mulheres. Admite, no entanto, que somente a existência da lei não acaba com a violência contra a mulher e lamenta que em muitos municípios brasileiros ainda não existam os instrumentos capazes de viabilizar a legislação. "Falta boa vontade do poder público", complementa. Para Maria da Penha, a cultura de violência contra o sexo feminino só terá um fim por meio da educação em todos os níveis de escolaridade.

Veja imagens do encontro no Flickr da UFC

TREINAMENTO – A pesquisa ouviu 10 mil mulheres nos nove estados do Nordeste e, segundo o Prof. José Raimundo Carvalho, a receptividade com relação ao acolhimento das entrevistadoras foi em torno de 93%.

"Optamos por trabalhar com pesquisadoras do sexo feminino por acharmos que as mulheres entrevistadas ficariam mais à vontade para responder às indagações, pois há no questionário algumas perguntas sensíveis", explica o professor.

Oficialmente lançada em agosto de 2015, a pesquisa foi operacionalizada pela empresa Datainfo, escolhida por meio de licitação. As 280 entrevistadoras passaram por capacitação com professores da UFC, que incluiu palestras sobre temas como ética na pesquisa, violência contra a mulher e também aulas técnicas sobre coleta de dados.

Acesse o relatório: Pesquisa de Condições Sócioeconômicas e Violência Doméstica e Familiar Contra a Mulhar - PCSVDF Mulher