IMPDoe

PROJETOS IMP

Os nossos projetos buscam alcançar os mais diversos espaços da vida social, dimensionando o problema da violência doméstica e familiar contra a mulher e promovendo ações para mudanças culturais, sociais e educativas. Além disso, as nossas pesquisas são responsáveis pela produção de dados que refletem o fenômeno da violência de gênero.

pesquisa

A Pesquisa de Condições Socioeconômicas e Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher (PCSVDFMulher) tem como objetivo criar um banco de indicadores estatísticos sobre a violência de gênero no Brasil, propondo uma investigação científica interdisciplinar a respeito do tema.

Conheça a pesquisa

boletins trimestrais

Diante da falta de estatísticas que considerem o recorte de gênero e suas especificidades quanto aos homicídios de mulheres, bem como para que a comunidade científica e a sociedade em geral tenham acesso a esses dados, o Instituto Maria da Penha publica boletins trimestrais sobre a Conjuntura da Violência contra a Mulher no Ceará (CVCM).

CONFIRA TODOS OS BOLETINS

cursos

O IMP acredita que a educação é capaz de transformar atitudes e pensamentos para combater o machismo e a violência doméstica contra a mulher.

Nesse sentido, os nossos cursos promovem uma reflexão sobre as desigualdades de gênero e uma ampla conscientização quanto aos alcances da Lei Maria da Penha.

DEFENSORAS E DEFENSORES DOS DIREITOS À CIDADANIA (DDDC)
conheça o curso

educação

Está prevista na Lei Maria da Penha, art. 8º, inciso VIII, a promoção de programas educacionais com a perspectiva de gênero, raça e etnia para disseminar princípios de direitos humanos e valores éticos de respeito às pessoas.

Por isso, o IMP leva a escolas públicas projetos para divulgar a Lei Maria da Penha e contribuir para uma educação não sexista, buscando a construção social de valores antidiscriminatórios e fortalecendo o enfrentamento à violência doméstica e familiar contra a mulher.

'
PROJETO CONTEXTO: EDUCAÇÃO, GÊNERO, EMANCIPAÇÃO
conheça o projeto
'
PROJETO CORDEL NAS ESCOLAS
conheça o projeto
Ligue 180

A Central de Atendimento à Mulher é um serviço criado para o combate à violência contra a mulher e oferece três tipos de atendimento: registros de denúncias, orientações para vítimas de violência e informações sobre leis e campanhas.

Não se cale, denuncie.